Make You Happy

Não sei vocês, mas eu amo o Mika (e ele tamara, te ama também?) e por mim todas as festas tocariam músicas dele, faria um especial mika e se um dia ganhar na mega sena, será ele que cantará na minha festa new rich. E para nossa alegria (sem fazer ligação aquela música, por favor). Ele lançou clipe novo e claro, tem que estar aqui, porque é lindo, porque mika é lindo, porque tudo é lindo AIKELOUCURA!

A música é “Make you happy” ~~como sempre, né mikinha~~ e segundo o cantor, é a primeira música que ele quer que os fãs ouçam do novo álbum. Disse também que a canção não se trata de um single, mas uma música que ele “ama de verdade e quer compartilhar”.  Muito amor ❤

Assista o vídeo:

 

ps- fiz esse post sem óculos e não vou revisar, então já sabem, muitos graus de miopia e astigmatismo para v6!!!

 

Tributo ao Legião Urbana: Como foi

 

Como prometido, vim relatar minha experiência no show de tributo ao legião urbana ontem (É a primeira vez que faço isso, porque é o evento mais diferentinho que eu vou. Porque né, não tem muito o que relatar do Lollapalooza, por exemplo. “Muitos hipsters, galerinha na moda, shows com mil pessoas por metro quadrado e cerveja por mil reais a gota” simples).

 

Mas vou ser breve, porque se pudesse resumir, diria que foi lindo. Exatamente como eu esperava. Quem foi para ver o Wagner Moura dando um show de voz e cantoria, escreveu críticas como as que li no dia anterior ao que fui. Mas ele deu outro tipo de show, se esforçou muito para ser engraçadinho no palco (e conseguiu). Se emocionou várias vezes e né, Wagner Moura gente!

 

Fiquei no fundo, porque cheguei tarde, tive a impressão que estava lotado, mas depois percebi que o camarotezinho da MTV ocupou metade do espaço das américas e por isso parecia que não ia caber mais gente. Se não fosse a estruturinha montada para ele, acho que seria bem mais tranquilo ~~tudo tem seu preço~~. Nas primeiras músicas eu fiquei prestando mais atenção no Dudu Bertholine interpretando as canções na minha frente que o próprio Wagner Moura, mas depois passou.

 

O show teve dois pontos MUITO altos na minha opinião: Quando tocou a música “Giz”, que é a minha preferida ❤ (gente, que brega né). E a última, que foi Faroeste Caboclo, vi que não foi só eu que passei a adolescência com a letra na mão, decorando cada trechinho, haha foi lindo.

 

Graças a Deus, pela primeira vez fico em um lugar longe de fãs chatos, INÉDITOS, fiquei perto de uma galeria bem tranquila e tinha bastante espaço para dançar como o Renatito, hahaha.

 

Se fosse relatar de acordo com o que ouvi dos fãs no final do show diria só que : “foi dú caralho!”


ps: as fotos são essas porque o relato é meu, então as fotos também vão ser. Se tá achando ruim vai no R7 que o fotografo de lá tem uma câmera sensacional e tava no camarote da MTV. aquele beijo!

Tributo ao Legião Urbana

ImageOk, é cafonissimo assumir que gosta de legião urbana e que vai em um tributo do mesmo. Mas, verdade seja dita: QUEM NUNCA? Nem se for uma comoção na adolescência com Pais e Filhos, ou tentar decorar a música Faroeste Caboclo (eu consegui!) para impressionara galerinha em volta do violão.

Bom, como muitos de vocês sabem, está rolando o tributo ao legião urbana com o ilustre Wagner Moura (claro, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos) promovido pela MTV. Ontem rolou a primeira apresentação deles e claro, foi sucesso de público e crítica, literalmente. Uns dizendo que foi um fiasco total, outros elogiando a performance esforçada do Capitão Nascimento!

Particularmente, nunca apostei minhas fichas no Wagnão como cantor, apesar de gostar de vê-lo cantar (No altas horas né, porque nunca vi pessoalmente). Hoje, graças a good vibrations de vocês, comparecerei no segundo dia de apresentação e amanhã relato o que vi aqui! (aguardem por fãs chatos do renato russo, comoção por ver Wagner Moura e os Legião ao vivo e relembrar toda minha adolescência incompreendida).

Serviço:

Tributo à Legião Urbana
Quando:
 Quarta-feira (30), 22h
Onde: Espaço das Américas – rua Tagipurú, 795, Barra Funda. São Paulo
Quanto: R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia)
Classificação: 18 anos (acima de 12 acompanhado dos pais)
Informações: ticket360.com.br

Sem Björk

 

Agora me pergunto o que será do Sónar sem a atração principal. Chega até dar uma dózinha dos organizadores que iam ser sucesso absoluto nessa edição com a excêntrica Bjorkinha, mas agora, depois de muito se imaginar, já que ela havia cancelado outros shows anteriormente a ~~desgraça~~ se tornou oficial há pouco.
A cantora não se apresentará mais no Brasil, pelos nódulos em suas cordas vocais. Não quero nem ver O QUE VAI TER DE GENTE estufando o peito e pedindo o dinheiro de volta.
Só tristeza.

Confira a nota oficial do festival:

Quando a Moda e a Música se dão bem

É claro que quando ouvimos uma banda ou artista novo, estamos preocupados com sua música, se é boa e se te agrada. Sendo esses dois fatores positivos, já é motivo para você amá-los. Agora, sinceramente, quando você descobre que o artista em questão faz ótimos clipes e tem uma estética que dá identidade ao seu trabalho, você o ama ainda mais, afinal, todos gostamos de som e imagem juntos e se complementando. Isso o ajuda a ter sucesso e também é muitas vezes feito por marketing mesmo, mas o melhor é quando os músicos se mostram despretensiosos quanto a isso, tipo “eu tenho bom gosto e faço coisas legais naturalmente.”

E toda essa introdução é para falar do novo video da faixa “Suffocation” do Crystal Castles, de seu segundo disco Crystal Castles II. O video conta com a performance de Alice Glass e foi feito em parceria com a Vs. Magazine, onde estão dizendo que é um “fashion video”. Foi dirigido pelo parceiro de banda de Alice, Ethan Kath.

Você pode assistir o video aqui.

Crystal Castles

O video de Suffocation tem uma atmosfera gótica e obscura, como é caractéristico da dupla (e eu adoro!), e foi filmado em uma mansão abandonada em Nova Iorque. Cheguei a achar meio repetitivo até, tanto para um clipe musical quanto para um video de moda. Gosto da estética, mas poderia nos mostrar mais.

Imagens de Suffocation

Imagino que como muitas marcas de moda não estão mais focando só em fotos para editoriais e campanhas, mas investindo muito em videos, muitos portais de moda também irão para esse caminho.

Acho também interessante o envolvimento de Alice com a moda, apesar de ainda estar bem imaturo, mas já podíamos imaginar que ela tem interesse pelo assunto. Ela não usa roupas espalhafatosas, tampouco segue ou lança tendências, mas tem um estilo próprio, que é o mais importante. Aliás, seu estilo é bem simples mesmo, talvez passe uma falsa ideia de que nem há preocupação com isso.

Fotos: Reprodução
Fotos: Reprodução

Se você não conhece Crystal Castles, eu recomendo muitíssimo. Eles já têm dois álbuns lançados e estão para lançar o terceiro ainda esse ano. Enquanto isso, alguns videos da dupla:

SESC Pompéia apresenta a Mostra Prata da Casa

Nesta terça (31/01)dois artistas trazem o clima de verão, que se faz necessário em São Paulo.

Ela Solo Amore e sua banda traz  no repertório canções românticas e dançantes, e performances provocantes que vão de Gretchen a Luiz Caldas. O nome Peixoto & Maxado pode até remeter a uma dupla de sertanejo, mas o papo aqui é ska, rocksteady e outras heranças deliciosas vindas da Jamaica.

Serviço:

Mostra Prata da Casa – SESC Pompeia dia 31/01 – Terça, às 21h30.

Rua Clélia, 93

Ingressos de R$ 2,00 a R$ 8,00

A Boca Suja de 2012

Em 2012 a rapper de Nova Iorque, Azealia Banks, deve crescer (mais) e aparecer (mesmo). Apesar de já ter dado entrevistas para a BBC, Azealia por enquanto é conhecida no meio underground, mas merece o mainstream, visto que sua originalidade não pode passar despercebida.

Foto: reprodução

Com 20 anos, a MC de Harlem começou seu sucesso com a música “212”, e nela descarrega palavrões comandados por uma batida forte e crua e que não te deixa parado – um must have para festas.

Em dezembro de 2011, Azealia lançou “Liquorice” provando mais uma vez seu talento, um som dançante, mas mais leve que “212”.

Foto: reprodução

O visual 80’s de Azealia também é delicioso, faz até lembrarmo-nos de nossa infância e dão uma aparência mais jovial e inocente à rapper (coisa que sabemos que ela não é).

Foto: reprodução

Azealia Banks aos poucos está mostrando para que veio, já teve sua música em um episódio da série “Skins” e ainda nesse ano esperamos vê-la se erguer cada vez mais.